sábado, 17 de março de 2012

Desenvolvimento do Betta Splendens .

Oi, boa tarde, a postagem hoje vai se referir ao desenvolvimento do Betta de sua forma larval até a sua fase adulta, toda sua formação e mudanças que ocorrem em sua anatomia e no seu desenvolvimento .

Alevinos

A fase de desenvolvimento do Betta no período larval é uma das mais desafiadoras, requerendo uma atenciosidade desde o nascimento até que se tornem juvenis, os Bettas requerem cuidado e atenção, atenção em alimentação, nas trocas parciais de água , que são uma grande ajuda nesta fase , um equilíbrio constante entra pH , temperatura e limpeza, uma alimentação abundante  e outros cuidados são fundamentais para que no futuro você obtenha exemplares fortes , saudáveis e sem deformações.

A partir de 48 horas de postura de ovos surge a eclosão e é aonde começa o cuidado, o Betta cuidará dos bebês durante dois dias aproximadamente e nessa etapa é onde deve-se começar a atenção com os filhotes. Lembre-se que a responsabilidade de preparo de local e alimentação deve ser sua para que numa possível reprodução estejamos preparados para o cuidado, dispondo de alimentos, local apropriado e certeza de que o manejamento será realizado com pontualidade e perfeitamente correto .

1° dia 

Os pequenos parecem pequenos fiapos espetados no ninho, sempre que caem tentar retornar e os que ficam no chão são recolhidos pelo macho com a boca e retornam ao ninho, nesse período os alevinos de alimentam do saco vitelino até o final do segundo dia que é a hora de retirar o macho pois a partir daí a responsabilidade será sua para com a alimentação, se mantê-las da maneira correta com certeza terá um bom resultado no futuro.

3° dia 

Na parte da manhã as larvas precisam começar a se alimentar, boas opções são o verme-do-vinagre, microvermes, infusórios ou algum pequeno verme para início, deem uma olhada nas culturas de alimentos que já foram postadas aqui no Blog.

Veja abaixo um roteiro de alimentos, para adaptação da alimentação do peixe, fazendo assim que ocorram mais variações até que os mesmos se tornem juvenis:


É bom que começar a aerar a água, use um compressor de oxigênio bem fraco para não estressar os peixinhos, lembre-se que até o vigésimo quinto ao trigésimo dia o labirinto ainda não está formado e para isso eles vão depender da respiração branquial até lá, nesse tempo eles subirão até a superfície mesmo não ocorrendo a troca de gases.

Com o passar do tempo vai perceber que as larvas começam a nadar na horizontal com movimentos rápidos e investidas no aquário.

Ao mesmo tempo e até o final do processo deverão ser feitas as trocas parciais de água, no mínimo 2 vezes por semana, o indicado seria de três a quatro vezes .

É bom que comece a acostuma-los com ração industrializada, pode esfarelar uma que seja em flocos ou triturar uma que seja em grânulos ou até mesmo comprar uma feita propriamente para eles, com o passar do tempo eles se acostumam e começam a comer o alimento por inteiro.

Com o passar do tempo eles irão crescer e exigirão um espaço maior e com uma qualidade melhor, comece utilizando um filtro em potência mínima ou um pouco menor e proteja a entrada do filtro para que eles não sejam sugados.

Em todos os processos é necessário o máximo de atenção e cuidado, pontualidade e precisão também são cruciais para este processo, limpeza, alimentação e níveis regulados serão no futuro a formação de indivíduos saudáveis e com longevidade.


Após a 20ª semana 

Após esse período já é possível começar a seleção de peixes, separar machos de fêmeas e escolher suas próximas matrizes, enfim já é possível diagnosticar completamente o peixe e caracterizá-lo.

Juvenis 

Os juvenis seriam no caso "as nossas crianças" e "pré-adolescentes", nessa época é preciso aquela turbinação na alimentação, uma boa qualidade de alimentos para que quando forem adultos sejam  bons reprodutores e tenham bastante saúde, é bom que os alimentemos à base de proteína, vitaminas e minerais que o ajudarão numa boa formação.

O cuidado com eles é bem parecido com o dos adultos mas atente-se que nessa fase o peixe ainda está em crescimento, portanto necessita de um cuidado um tanto maior do que com os adultos.

Atente-se a alimenta-los com uma mistura de alimentos utilizados tanto com alevinos quanto com adultos, sendo que os alimentos devem ser de preferência macios e que caibam em sua boca.

  • Alimenta-los de duas a três vezes ao dia com os seguintes alimentos: 
  1. Náuplios de artêmia salina, ministre de duas a três vezes por semana em dias alternados se for possível.
  2. Bloodworms, use uma ou duas vezes na semana, o bloodworm contêm bastante proteína que ajuda no desenvolvimento corpóreo e acelera o metabolismo do peixe.
  3. Spirulina, procure uma ração feita à base dessa excelente alga que ajuda no sistema digestivo do peixe, evitando constipação e outros problemas intestinais, duas ou três vezes na semana seria o suficiente.
  4. Ração industrializada de qualidade, a ração deve ser ministrada todos os dias, uma ou duas vezes, a preferência vai de sua escolha, procure as mais completas possíveis e as que durem mais pois o Betta não se alimenta muito portanto uma ração com qualidade e longa duração é muito bem vinda, tanto para o criador em forma econômica quanto para o peixe com saúde .


Com os alimentos citados você poderá organizar a dieta do seu peixe e poder marcar de forma correta para não atrapalhar o desenvolvimento dele até a forma adulta.

Adultos 

Chegamos então nesta que é uma das principais fases da vida do Betta, é nela que o peixe irá se reproduzir  e continuar sua descendência.

Nesta fase o corpo do peixe já está completamente desenvolvido, com suas caudas e outros fatores completos, e sua alimentação é bem parecida com a do juvenil, sendo que é um pouco diminuída e somente usada com mais excesso na época de reprodução, quando o peixe precisa estar forte e preparado para o feito.

Alimenta-lo agora é fácil e só depende de sua atenção, uma dieta para eles pode ser tirada dos alimentos vivos que já foram postados aqui no blog e sobre reprodução vocês podem procurar também por aqui. Felizmente o Blog já falou sobre a alimentação e reprodução deles.

Agora é com você, ai está uma postagem para ajuda-los a tirar suas dúvidas quanto ao desenvolvimento completo dos Bettas, sigam e tenho certeza que serão bem-sucedidos.

Até.

Fonte: www.bettabrasil.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário