quinta-feira, 26 de julho de 2012

Bettas com Bettas?

Olá,

Há uma grande discussão entre muitos aquaristas e criadores de Bettas à respeito de sua convivência com a própria espécie em cativeiro, há quem seja conservador e prefira não colocar o animal com a sua própria espécie baseando-se na natureza e no habitat natural do animal; há também quem seja a favor de avanços na piscicultura que permitam que a convivência destes seja possível em cativeiro, pois bem, com algumas pesquisas sobre a espécie foi descoberto que o Betta macho apenas vê outros machos como rivais, portanto podemos colocar um exemplar macho com demais fêmeas.

Analisaremos os pontos favoráveis deste tipo de montagem, que não é muito comum principalmente com criadores inexperientes, mas que vem tomando força por criadores mais ousados que os mantêm em aquários ornamentais.

O esquema da montagem consiste em colocar em um único aquário apenas a espécie Betta Splendens, chamo esta montagem de "Bettário Hárem" onde encontraremos um exemplar macho com demais fêmeas.


A Técnica

Primeiramente iremos às regras da montagem, estas regras devem ser cumpridas pois respeitam a natureza e a socialidade do animal, o objetivo é fornecer um local seguro, harmonizado e tranquilo para que a espécie se sinta segura e à vontade em seu novo lar.


  1. O aquário apropriado deve ter no mínimo 60 litros reais, preferencialmente bem largo e com altura mediana.
  2. O planejamento do aquário deve consistir em uma montagem de plantado com muitos esconderijos e ornamentação em abundância. Escolhendo plantas que vão ficar em todas as áreas do aquário, no substrato e na superfície.
  1. O limite máximo da montagem para exemplares machos é de apenas 1 exemplar, o de fêmeas também não deve ser exagerado e desproporcional às medidas do aquário para que não haja superpopulação nem estresse devido ao alto nível de territorialismo da espécie e nem da ocupação de lugar pelas plantas.
    Após compreender estas regras básicas da montagem iremos montar o aquário.

    O aquário que segui de modelo é de 60 litros reais, plantado com a população de 1 Betta macho e 2 Bettas fêmeas.

    1° passo

    Monte o aquário, plantando-o em abundância e formando o máximo de esconderijos que puder, cicle o aquário e após o passo da ciclagem o aquário estará pronto para receber os habitantes.

    2° passo

    Consiga primeiramente o macho e coloque-o no aquário, deixe-o no aquário por uma semana, assim eles se acostumará ao dono, ao aquário, à ração e a todos os parâmetros que lhe forem concedidos desde que estes sejam aceitáveis pela espécie. Após esta semana o macho estará habituado com o novo local.

    3° passo

    Este passo consiste em colocar as fêmeas, mas antes disso você deverá retirar o macho do local, colocá-lo em um pote de vidro devidamente fechado por um tempo com a mesma água do aquário, depois mexa um pouco nos ornamentos mudando alguns de lugar para que quando retorne o macho ao aquário ele esteja confuso quanto aos seus domínios no aquário e insira as fêmeas.

    4° passo

    Após ter inserido as fêmeas, coloque o pote com o macho dentro do aquário principal, mantendo fechado para que ele não escape e persiga as fêmeas, você irá reparar que mesmo estando ele dentro do pote ele terá atitudes que mostrarão sua agressividade, isto porque o macho confundirá as fêmeas com outros machos, só após que perceber que trata-se de fêmeas ele irá acalmar-se e a partir daí você poderá soltá-lo junto às fêmeas.

    5° passo

    Após ter liberado o macho e este perseguir as fêmeas repita o procedimento acima até que ele se acalme, isto gerará um certo estresse mas é bem momentâneo e normal da espécie.

    Pronto, agora você tem seu comunitário de Bettas sem problemas e com certeza muito diferente e bonito.

    Até.

    João Paulo Maron.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário